top of page

António Oliveira é anunciado como novo técnico do Corinthians

Globo Esporte



O Corinthians anunciou nesta sexta-feira a contratação do técnico António Oliveira. O português de 41 anos foi escolhido para substituir Mano Menezes, demitido após cinco derrotas seguidas e um mau início do Campeonato Paulista. Ele assinou até o fim de 2024.

O nome do treinador apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta sexta-feira. Com isso, ele poderá comandar o time contra a Portuguesa, domingo, às 16h, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Paulista.

Para que isso fosse possível, o Corinthians precisou atacar em duas frentes. Na primeira, pagar a multa de pouco mais de R$ 1 milhão pela rescisão de contrato com o Cuiabá. Na segunda, chegar a um acordo com Mano Menezes sobre os valores devidos a ele pela demissão.

António Oliveira chega ao Corinthians com os auxiliares Bernardo Franco, Bruno Lazaroni e Diego Favarin, além do analista de desempenho Felipe Zilio.

O português foi a segunda opção do clube, que negociou e tinha tudo acertado com Márcio Zanardi, atualmente no São Bernardo. No entanto, o negócio melou após a diretoria alvinegra descobrir que o técnico não poderá comandar a equipe na atual edição do Paulistão devido a uma restrição do regulamento.

António Oliveira teve curta carreira como jogador. Revelado na base do Benfica, ele passou por Braga, Santa Clara, Casa Pia, Oriental e Fabril Barreiro, todos times portugueses, até encerrar a carreira, em 2011. O português herdou a paixão pelo futebol do pai, Toni, ídolo do Benfica.

Após pendurar as chuteiras com apenas 29 anos, realizou um estágio no sub-17 do Benfica e recebeu a primeira chance no Tractor, do Irã. António Oliveira era o auxiliar do pai, e a dupla ficou no clube entre 2012 e 2016.

Foi no Brasil que António Oliveira se consolidou como treinador. Ele chegou ao ao país para ser auxiliar de Jesualdo Ferreira no Santos, mas acabou demitido após maus resultados no clube. No entanto, aceitou convite para ser auxiliar técnico no Athletico, onde acabou efetivado como treinador.

Após ser demitido do Furacão, retornou ao Benfica para treinar a equipe B. Poucos meses depois, aceitou convite para treinar o Cuiabá. Ele deixou o clube do Mato Grosso para assumir brevemente o Coritiba, onde acabou demitido e acertando o retorno ao Dourado.

Na temporada passada, fez boa campanha com o Cuiabá terminando o Brasileirão na 12ª colocação, classificando a equipe para a Copa Sul-Americana deste ano.

2 visualizações0 comentário
bottom of page