top of page

Aniversário do Santos deve marcar pontapé do projeto da nova Vila

Globo Esporte


Nova Vila Belmiro terá capacidade para 30.108 torcedores — Foto: Reprodução/ Santos


No último sábado, os sócios do Santos disseram sim à proposta de constituição de parceria com a WTorre para a construção de uma nova Vila Belmiro. Agora, a empresa se prepara para lançar no mercado a venda das cadeiras e camarotes que vão custear as obras do estádio.

Embora a construtora não confirme a data, a previsão é de que haja um grande evento em Santos no dia 14 de abril, aniversário de 111 anos do Peixe, para o lançamento das vendas. A princípio, cada cadeira deve custar algo em torno de R$ 50 mil que poderão ser parcelados em até dez anos.

No dia 1° de dezembro, a WTorre apresentou o projeto da nova Vila Belmiro ao Santos com um custo de R$ 300 milhões, com variação de até 30% por fatores externos. A previsão é de que, depois de iniciada, a obra esteja pronta em 24 meses.

Do valor total da construção, R$ 200 milhões serão arrecadados com a venda de cadeiras, camarotes, espaços publicitários e comerciais do novo estádio. Itens históricos da atual Vila Belmiro também serão vendidos e ajudarão a compor a quantia milionária.

Os outros R$ 100 milhões serão colocados pela própria WTorre, que administrará a arena por 30 anos antes de devolvê-la ao Santos.

A demolição do atual estádio acontecerá apenas quando a construtora tiver a segurança financeira de que arrecadará os R$ 200 milhões. Por isso, a possibilidade da reforma ser iniciada ainda em 2023 é tratada com cautela pelos executivos da empresa.

A diretoria do Peixe tem conversas com adiantadas com a prefeitura e com os órgãos fiscalizadores locais para agilizar o processo e ter sua arena o mais rápido possível. Iniciada a obra, a casa do Santos será o Canindé.

5 visualizações0 comentário

留言


bottom of page