top of page

Alonso relaciona polêmicas fora da pista na F1 ao domínio da RBR

Globo Esporte



Os bastidores da F1 neste início de ano foram agitados pelo caso de Christian Horner, chefe da RBR, inocentado de um suposto comportamento sexual impróprio, e agora por duas investigações de interferência movidas contra o presidente da Federação Internacional Automobilismo (FIA), Mohammed ben Sulayem. Ligado a um dos episódios, Fernando Alonso criticou a atenção dada aos casos.

- Há muita falação fora da pista porque a ação na pista não atrai muito agora. Há apenas um carro vencendo os últimos 72 GPs, dominando praticamente por três anos, então quando isso acontece sempre há muita agitação fora da pista - disse o heptacampeão, segundo o portal "RacingNews365", fazendo menção ao domínio da RBR com o tricampeão Max Verstappen.

Horner foi inocentado da acusação de enviar mensagens impróprias para uma funcionária da RBR; capturas de tela, não comprovadas, chegaram a ser enviadas por uma fonte anônima a jornalistas presentes no GP do Bahrein na última semana. Apesar disso, o caso se revelou uma crise interna no time após o pai de Verstappen, Jos, afirmar que a permanência do chefe racharia a equipe austríaca.

Na segunda-feira, dois dias após a corrida vencida pelo holandês, veio a público uma suposta investigação movida pelo compliance da FIA contra ben Sulayem por tentar interferir na punição recebida - e retirada - por Alonso, terceiro colocad no GP da Arábia Saudita de 2023.

O espanhol, porém, foi isento de sanção e recebeu de volta seu centésimo pódio após argumentação da Aston Martin, que trouxe casos antigos para justificar que o macaco encostado no carro do bicampeão, quando ele cumpria punição de 5s nos boxes, não conferia "trabalho no veículo".

- Isso não é um problema, é mais uma investigação da FIA que temos de respeitar e aguardar o resultado. Estamos satisfeitos com todas as evidências e provas que mostramos ano passado, foi uma resolução bastante clara para nós. Vamos ver o que a FIA diz em sua própria investigação, mas isso não depende de nós. É difícil fazer comentários de fora - adicionou o espanhol.

Essa não é a única polêmica na qual o presidente da FIA foi envolvido nos últimos dias. O ex-piloto dos Emirados Árabes Unidos ainda está sendo investigado por tentar interferir na aprovação do GP de Las Vegas, que retornou à F1 no ano passado.

Em respeito ao Ramadã, a F1 2024 segue para sua próxima corrida neste sábado, 9 de março, com o GP da Arábia Saudita. Veja o calendário completo aqui, assim como a tabela de classificação do campeonato.

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page