top of page

Alego deve ter autoconvocação para votar reformas


O Popular


A Assembleia Legislativa deve realizar autoconvocação e iniciar os trabalhos da 20ª legislatura com pelo mais de uma semana de antecedência. Conforme apurado pela coluna, os 41 deputados estaduais eleitos e reeleitos, que tomarão posse na quarta (1°), poderão se reunir já a partir da próxima segunda (6) ou terça (7) para votar as reformas administrativas do governo estadual e da Alego.


De acordo com o regimento interno da Casa, o início oficial dos trabalhos está previsto para 15 de fevereiro.


Como se sabe, o governador Ronaldo Caiado (UB) pretende criar a Secretaria Estadual de Infraestrutura e, possivelmente, a de Planejamento, além de permitir flexibilidade na distribuição de cargos entre as pastas, via decreto.


Além disso, conforme mostrado por esta coluna, o deputado estadual Bruno Peixoto (UB), que deve se eleger presidente do Legislativo nesta semana, tem a intenção de criar novas diretorias para abrigar ex-deputados. Entre elas, uma específica para mutirões que sua gestão deve realizar.

Procurado, Bruno confirma a possibilidade de autoconvocação, que pode ser oficializada em um dos primeiros atos da nova mesa diretora, mas ressalta que o martelo será batido em diálogo com Caiado e seus colegas parlamentares.


Preparativos


Os deputados eleitos vão ao plenário da Alego nesta segunda (30). Além do cadastramento biométrico, receberão informações sobre o painel eletrônico, votações e a sequência das sessões ordinárias.


Híbrido


Bruno Peixoto adianta que, como presidente, pretende manter a possibilidade de os deputados participarem das sessões remotamente.

5 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page