top of page

Al-Hilal, de Neymar, iguala recorde mundial de vitórias seguidas

Clube da Arábia Saudita emplaca 27 vitórias consecutivas, repetindo marca do The New Saints. Time tem é comandado por Jorge Jesus, ex-Flamengo, e teve Michael, outro ex-rubro-negro, como destaque no triunfo





GE

Michael comemora gol em Al-Riyadh x Al-Hilal pelo Campeonato Saudita — Foto: Divulgação / Al-Hilal



O Al-Hilal igualou o recorde mundial de vitórias seguidas no futebol masculino. O time saudita de Neymar e do técnico Jorge Jesus alcançou o feito nesta sexta-feira, ao derrotar o Al-Riyadh, por 3 a 1, de virada, pelo Campeonato Saudita. Com esse resultado, a equipe chegou aos 27 triunfos consecutivos, repetindo a marca do The New Saints, do País de Gales, registrada em 2016.


A sequência de vitórias do Al-Hilal vem desde o fim de setembro. Delas as de maior destaque foram o 3 a 0 em cima do Al-Nassr, de Cristiano Ronaldo, dentro de casa, no começo de dezembro, e os recentes triunfos sobre o Al-Ittihad, de Benzema: um 3 a 1 pelo Campeonato Saudita e o 2 a 0 no jogo de ida das quartas de final da Champions League da Ásia, ambos também em casa. A partida de volta, na próxima terça, pode fazer o Al-Hilal se tornar o recordista isolado.


A contagem leva em consideração apenas jogos oficiais, princípio do Guinness, autoridade global em quebras de recordes. Não são reconhecidas, por exemplo, as vitórias sobre o Inter Miami, por 4 a 3, e contra o Al-Nassr, por 2 a 0, pela Riyadh Season Cup, competição de caráter amistoso, realizada no fim de janeiro e início de fevereiro.


Maior contratação da história do futebol saudita, Neymar participou apenas das três primeiras vitórias. O craque brasileiro está em recuperação de uma grave lesão no joelho esquerdo, sofrida quando atuava pela Seleção, em outubro, e não deve jogar mais nesta temporada.


Além da sequência de vitórias, o Al-Hilal ostenta uma invencibilidade de 35 jogos, sendo 32 vitórias e três empates. É a segunda atual maior série invicta do futebol mundial, junto com o Bayer Leverkusen, da Alemanha. O The New Saints está à frente, com 39 jogos sem perder.


O Al-Hilal foi o terceiro clube que mais gastou em contratações no mundo em 2023/24. Foram 376,1 milhões de euros (R$ 2 bilhões) em reforços, incluindo os brasileiros Neymar, Malcom e Renan Lodi, o português Rúben Neves, os sérvios Mitrovic e Milinkovic-Savic, o senegalês Koulibaly e o marroquino Bono. O investimento só foi menor que os de Chelsea (R$ 2,5 bilhões) e Paris Saint-Germain (R$ 2,1 bilhões).

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Fórmula 1 divulga calendário de 2025 com 24 corridas

A modalidade manteve o mesmo número de corridas de 2024 para o calendário do ano que vem. Veja a partir de quando a temporada começa Metrópoles A Fórmula 1 confirmou o calendário de 2025 com 24 etapas

Comments


bottom of page