top of page

Advogado foragido é recapturado em Rio Verde após fuga de presídio

Adelúcio Lima Melo, suspeito de matar colega advogado, é preso após fuga de presídio



Olha Goiás


Uma ação conjunta entre as polícias Civil (PCGO) e Penal de Goiás resultou na captura do advogado Adelúcio Lima Melo, na noite desta quarta-feira (26). Melo, suspeito de assassinar o colega de profissão Hans Brasiel da Silva Chaves em fevereiro de 2020, havia fugido da Unidade Prisional Marco Aurélio, em Goiânia, no último domingo (23). Ele foi condenado a mais de 27 anos de prisão pelo crime.


Segundo a PCGO, a recaptura de Adelúcio ocorreu através do Grupo Antissequestro da Delegacia Estadual de Investigações Criminais, que localizou o advogado em Rio Verde. 


Na manhã desta quarta-feira, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Goiás (OAB-GO), Rafael Lara Martins, determinou a suspensão cautelar do advogado Adelúcio Lima Melo. Em nota oficial, Martins afirmou que a medida foi tomada devido à "conduta gravíssima do profissional e à repercussão prejudicial à dignidade da advocacia". Com isso, o registro profissional de Adelúcio está suspenso em todo o território nacional.


A decisão da OAB-GO visa proteger a sociedade e a advocacia, fundamentando-se no poder geral de cautela até a apreciação do caso pelo Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da OAB-GO. O TED instaurará um procedimento de suspensão preventiva, garantindo ao advogado o direito de ser ouvido, conforme previsto na Lei Federal 8.906/94 (EAOAB). Todos os procedimentos serão sigilosos para assegurar a imparcialidade e a justiça na análise da conduta profissional.


Hans Brasiel da Silva Chaves foi morto a tiros em seu escritório de advocacia, em Aruanã, em fevereiro de 2020. Adelúcio Lima Melo foi condenado por envolvimento no crime, sendo um dos três condenados. Wuandenberg Alves Faria e Rafael Alves da Silva foram condenados a 15 e 16 anos de prisão, respectivamente. As investigações revelaram que o assassinato foi motivado por uma disputa por clientes na região de Aruanã.


Adelúcio permanecerá suspenso até a conclusão do processo disciplinar. Dependendo do julgamento, outras sanções ético-disciplinares poderão ser aplicadas, incluindo a exclusão dos quadros da OAB, a punição mais severa para advogados. A recaptura de Adelúcio representa um passo significativo na aplicação da justiça e na manutenção da ordem.

30 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page