top of page

Advogado é suspeito de se apropriar de quase R$ 80 mil em ação judicial de cliente idoso que morreu

Polícia cumpriu dois mandados de busca e apreensão na residência e escritório do advogado. Veículo do suspeito também foi apreendido e poderá servir de indenização à família da vítima.


G1-Goiás

Viatura da polícia onde foram cumpridos mandados contra advogado suspeito de se apropriar de dinheiro de cliente idoso que morreu, em Carmo do RIo Verde, em Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Civil



Um advogado é suspeito de se apropriar de quase R$ 80 mil em uma ação judicial de um cliente idoso que morreu no decorrer do processo em Carmo do Rio Verde, na região Central de Goiás. De acordo com a Polícia Civil (PC), o investigado foi contratado para ingressar com uma ação judicial sobre a aposentadoria de um homem também morador do município.


“Ao ser procurado pela senhora e familiares, o advogado teria alegado que ainda não havia recebido os valores referentes à ação. Contudo, restou evidenciado que o escritório já havia recebido o valor total da ação, aproximadamente R$ 150 mil e anexado um comprovante de transferência bancário possivelmente falso nos autos do processo judicial para fins de comprovação junto ao Poder Judiciário”, explicou a corporação.


Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos nesta terça-feira (28) na residência e escritório do próprio advogado, onde foram apreendidos documentos referentes ao processo judicial. O veículo do suspeito também foi apreendido, o que poderá servir de indenização à família da vítima.


Segundo as investigações, durante o processo o idoso faleceu, mas o advogado deveria ter depositado aproximadamente R$ 77 mil na conta da esposa da vítima, uma idosa analfabeta, segundo a polícia.


Os crimes de apropriação indébita majorada, falsificação de documento, falsidade ideológica e fraude processual seguem sendo investigados pela Polícia Civil, que concluirá o inquérito nos próximos 30 dias.

109 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page