top of page

Advogado é alvo de operação por fraude de R$ 400 mil em Goiás e outros quatro estados

Investigado realizava saques em contas vinculadas a processos da Justiça Federal



Jornal Opção

Documentos e aparelhos eletrônicos aprendidos | Foto: divulgação/PF



Um advogado foi alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira, 25, suspeito de aplicar golpes em idosos de Goiás e outros quatro estados. O prejuízo provocado às vítimas ultrapassa R$ 400 mil. 


Segundo a PF matogrossense, o advogado realizava, de forma fraudulenta, saques de créditos judiciais depositados em favor de seus clientes em contas vinculadas a processos da Justiça Federal. Além de Goiás e Mato Grosso, as fraudes foram aplicadas no Pará, Bahia e Maranhão – estado de origem do suspeito.


As investigações tiveram início em janeiro de 2024, a partir de denúncia protocolada por uma das vítimas, de 71 anos, relatando o levantamento indevido de mais de R$ 200 mil depositados em juízo pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O valor era referente a uma sentença proferida pela 1ª Vara Federal Cível e Agrária da Seção Judiciária do Mato Grosso.


No decorrer das apurações foi constatado que o responsável pelo saque seria o advogado maranhense. A PF cumpriu um mandado de busca e apreensão, além de sequestrar bens móveis e imóveis do investigado. O advogado também teve o direito de exercer a advocacia suspenso pela Justiça. Entre os bens apreendidos estão celulares, computadores e documentos que devem passar por perícia.



7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page