top of page

Adolescente agredida pelo pai denuncia violência a professores e suspeito é preso em Alto Paraíso

Se condenado, o suspeito responderá por lesão corporal, ameaça e injúria, cometidos no contexto da violência doméstica, conforme expôs a Polícia Civil


Mais Goiás

Imagem ilustrativa (Foto: Reprodução - Freepik)


Um homem foi preso por agredir a própria filha, de 16 anos, nesta segunda-feira (10), em Alto Paraíso. O caso veio à tona depois que a vítima denunciou a violência sofrida a professores. Ele pode responder por lesão corporal, ameaça e injúria, todos cometidos no contexto da violência doméstica, conforme expôs a Polícia Civil.


A corporação revelou que a adolescente foi para a escola na segunda-feira e, na sala de aula, uma professora percebeu que ela estava muito calada e tinha uma lesão no rosto. Questionada, a vítima revelou que foi espancada pelo próprio pai na madrugada. A garota relatou que foi alvo de socos no rosto, nas costas e e que apanhou com um fio de metal – o que causou a lesão na sua face.


A jovem, de acordo com a Polícia Civil, foi encaminhada ao Hospital Municipal da cidade, onde sua versão foi confirmada. No mesmo instante, as professoras a levaram até a delegacia. Lá, a garota relatou que, além da agressão, seu pai a chamou de vagabunda, de desgraçada e disse que iria agredi-la novamente quando ela retornasse da escola.


Após ouvir a menina, os policiais civis iniciaram diligências e prenderam o suspeito em flagrante. O homem foi encaminhado à unidade prisional de Alto Paraíso e encontra-se à disposição do Poder Judiciário.

54 visualizações0 comentário

Bình luận


bottom of page