top of page

Acusado de estupro, Daniel Alves vai a julgamento nesta segunda (5/2)

Daniel Alves está preso preventivamente há um ano. O julgamento do ex-jogador deve durar até quarta-feira




Metrópoles




Começou, nesta segunda-feira (5/2), o julgamento de Daniel Alves no Tribunal Provincial de Barcelona, na Espanha. O brasileiro é acusado de estuprar uma jovem, de 23 anos, em uma balada na cidade espanhola, e está preso preventivamente desde janeiro do ano passado.


Essa parte do processo vai até quarta-feira (7), com expectativa de depoimentos de Daniel e da esposa, Joana Sanz. O brasileiro deu quatro versões sobre o que ocorreu na noite em questão e, segundo o jornal catalão ARA, ele irá apresentar uma quinta versão do ocorrido.


A imprensa local também apurou que Joana reforçará o estado de embriaguez do marido ao voltar para casa. Isso vai corroborar com um dos depoimentos dele, de que não se lembra dos acontecimentos da noite.


O Ministério Público do país quer 9 anos de prisão para Daniel, enquanto a defesa da jovem pede 12 anos de pena, a máxima para o crime de estupro na Espanha.


O brasileiro pediu liberdade provisória desde a prisão, mas recebeu negativas mais de uma vez.


Ele também requereu um julgamento de portas fechadas, e não conseguiu. Dessa forma, as sessões serão feitas na modalidade aberta, e a presença da imprensa está autorizada, mas com restrições para filmar e fotografar o julgamento, especialmente para proteger a identidade da vítima.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page