Mon, 26 de Oct de 2020

Mãe e filha denunciam, em Goiânia, sementes misteriosas recebidas via internet

Inseguras sobre o conteúdo do pacote, elas preferiram não abrir nem plantar e entregaram o item ao Ministério da Agricultura. Moradores de outros cinco estados também receberam as sementes.

29/09/2020 14h52
G1-Goiás

A aposentada Maria José Tolentino e a filha dela, Roberta Santana Tolentino, encomendaram sementes de suculentas de um site chinês e, depois de verem denúncias de que pacotes como o delas estavam chegando a brasileiros que nem haviam feito o pedido, elas ficaram desconfiadas. As moradoras de Goiânia compraram o item em janeiro, mas ele só chegou em agosto e elas preferiram não abrir ou usar.

"Como não conhecemos sementes de suculentas e vimos as reportagens sobre outras pessoas que receberam pacotes iguais do mesmo lugar, decidimos não abrir. [Após orientação das autoridades] entregamos tudo ontem ao Ministério da Agricultura", disse a aposentada.

Moradora de Itumbiara, no sul de Goiás, Lilia Beatriz Barcelos também relatou ter recebido um pacotinho de sementes estranhas. Ela informou à TV Anhanguera que o item veio acompanhando a sua real encomenda - um equipamento para evitar os roncos à noite.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou que essas sementes chegaram a consumidores de Goiás e outros cinco estados: Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Todas as pessoas que receberam fizeram encomendas em sites estrangeiros.

O Mapa está recolhendo esses itens e os envia ao Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LFDA) em Goiânia.

“O recebimento de materiais como sementes sem a devida identificação e solicitação podem levar a riscos como disseminação de pragas e introdução de espécie exóticas. Isso pode dizimar culturas e causar sérios danos na agricultura e meio ambiente. Essas embalagens podem estar contaminadas por vírus ou bactérias. A própria semente também pode ter sido tratada por algum defensivo que possa ser prejudicial à saúde”, explicou o chefe de defesa agropecuária do Mapa em Goiás, André Brandão Alves.

Os consumidores que receberem essas sementes devem deixá-las em uma das Unidades Regionais da Agrodefesa ou a Superintendência Federal de Agricultura – SFA/GO, localizada na Rua 82 n° 100, Praça Cívica, no Centro de Goiânia.

Outras informações podem ser consultadas no e-mail gab-go@agricultura.gov.br ou pelo telefone (62) 3221-7200.

Mais Acessadas da Semana
Mais Acessadas
TOP 10
Confira as 10 mais tocadas dessa semana
áudios
Jornal do Meio Dia - 26.10.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 26.10.2020
Projeto de pesquisa da Unifimes quer fazer diagnóstico da cadeia láctea da região para melhorar atividade leiteira
Jornal do Meio Dia - 24.10.2020
Cufa de Mineiros realiza hoje a entrega de chips de celular e produtos alimentícios para famílias carentes
Jornal do Meio Dia - 23.10.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 22.10.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 22.10.2020
Base da 6ª Companhia do Batalhão Rural de Goiás será inaugurada em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 21.10.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 20.10.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 19.10.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 19.10.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 17.10.2020
Inscrições para CNH Social terminam amanhã em Goiás, presidente do Detran comente o assunto no Jornal do Meio Dia.
Jornal do Meio Dia - 16.10.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 15.10.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 15.10.2020
Cartório Eleitoral de Mineiros convoca o público para trabalhar de mesário nas Eleições
Jornal do Meio Dia - 14.10.2020
Alexandre Garcia
Anterior Proximo