Sat, 19 de Sep de 2020

Temer quer Blairo Maggi, o 'rei da soja', como ministro da Agricultura

O senador Blairo Maggi (PR-MT) usou o Twitter neste sábado para confirmar o convite feito pelo presidente do PP

08/05/2016 18h59
MSN

O senador Blairo Maggi (PR-MT) usou o Twitter neste sábado para confirmar o convite feito pelo presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), para que ele assuma o Ministério da Agricultura na cota do partido em um eventual governo Michel Temer.

Blairo já tinha dito ao Estadão ontem que aceitaria o convite, mas que discutia com aliados e com o PP que condição de trabalho ele teria à frente da Pasta. Neste sábado, ele disse que o "sim" à equipe de Temer foi pelo Mato Grosso, Estado do agronegócio, pelo momento do País e em homenagem ao pai dele, que ficaria muito feliz se estivesse vivo. "Acredito poder ajudar o Brasil", postou.

Maggi aparece como dono de uma fortuna da ordem de 1,2 bilhão de dólares. O empresário do setor do agronegócio é o 45º mais rico do Brasil e o 1.607º mais rico do mundo, segundo a publicação.

Filho do magnata da soja André Maggi, Blairo não é o único de sua família a estrear na lista. Também aparecem sua mãe, Lucia Maggi, a irmã, Marli Pissollo, e os cunhados Itamar Locks e Hugo Ribeiro. O grupo André Maggi, do qual o senador detém participação de 16%, faturou 3 bilhões de dólares em 2012, dado mais recente apurado pela Forbes. A soma das fortunas dos quatro membros do clã é de 5,7 bilhões de dólares.
O portal Último Segundo, em especial com Os 60 mais poderosos do Brasil, lembra a controvérsias do político com os ambientalistas:

Blairo Maggi é apontado como “o inimigo número 1 do meio ambiente” por entidades de proteção como o Greenpeace, que lhe concedeu o troféu Motoserra de Ouro, em 2006. Para produzir tanta soja, o “Rei da Soja”, como é conhecido o senador, teria sido responsável por metade da devastação ambiental brasileira entre 2003 e 2004, segundo levantamento do Greenpeace. Nesse período, só a floresta amazônica perdeu uma área de mais de 26 quilômetros quadrados, o segundo maior número absoluto de devastação que se tem registro. Para sujar ainda mais a sua figura diante dos ambientalistas, em 2006, quando era governador de Mato Grosso, Blairo teria dito a seguinte e espantosa frase: “Esse negócio de floresta não tem futuro”. Em 2010, o Greenpeace voltou à carga: presenteou o empresário com um caixa de bombons de cupuaçu, fruto originário da Amazônia.

Mais Acessadas da Semana
Mais Acessadas
áudios
Jornal do Meio Dia - 19.09.2020
Produtores rurais já comercializaram cerca de 70% da próxima safra em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 19.09.2020
Brasil terá produção recorde de soja e milho na safra 2020/2021, diz presidente da Faeg
Jornal do Meio Dia - 18.09.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 18.09.2020
Em agosto e setembro, área queimada chega a 130 mil hectares em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 17.09.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 17.09.2020
Cartório da 21ª Zona Eleitoral faz balanço sobre as convenções partidárias em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 16.09.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 16.09.2020
Mudança na legislação de aquisição de imóveis rurais por empresas estrangeiras pode atrair investimentos para o Brasil
Jornal do Meio Dia - 16.09.2020
MDB oficializa candidatura para a majoritária em chapa mista com o PP em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 15.09.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 15.09.2020
Presidente da Faeg José Mário Schreiner alta do preço do arroz no Jornal do Meio Dia
Jornal do Meio Dia - 14.09.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 14.09.2020
Cufa vai doar 400 chips de celular com pacote de internet e ligações para famílias carentes de Mineiros
Jornal do Meio Dia - 12.09.2020
Promotor de Justiça em Mineiros, Henrique Gulin, faz apelo à população sobre a Covid-19
Jornal do Meio Dia - 12.09.2020
DEM confirma candidatura para a majoritária em chapa mista com o PDT em Mineiros
Anterior Proximo