Sat, 20 de Jan de 2018

CCJ aprova parecer pela cassação do mandato de Delcídio

Em sessão extraordinária, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou a constitucionalidade do processo que recomendou a cassação do mandato do ex-líder do governo Delcídio do Amaral (ex-PT-MS).

10/05/2016 07h50
MSN

Em sessão extraordinária, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou a constitucionalidade do processo que recomendou a cassação do mandato do ex-líder do governo Delcídio do Amaral (ex-PT-MS). Preso em 25 de novembro por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), Delcídio foi formalmente acusado de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato ao tentar comprar o silêncio de uma testemunha crucial: o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que sabe como poucos como funcionou o processo de aparelhamento político na petroleira e de distribuição de propina a políticos do PT, PMDB e PP.

Com a constitucionalidade atestada pela CCJ, o mérito do processo de perda de mandato de Delcídio está pautado em plenário para esta terça-feira. A articulação de senadores como Renan Calheiros (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR) é para que o ex-petista seja banido o mais rápido possível. Renan e Jucá foram citados como destinatários de propina no acordo de delação premiada celebrado pelo próprio Delcídio.

Hoje, o senador apresentou defesa na CCJ. "Eu não roubei, não desviei dinheiro, não tenho conta no exterior. Estou sendo acusado de obstrução de Justiça", lembrou Delcídio, que se emocionou ao citar a família e reclamou da velocidade com que o processo correu no Conselho de Ética do Senado. Apesar de ter citado o ex-presidente Lula como o mandante da negociação, em entrevista a VEJA, o senador não mencionou o petista em sua fala na CCJ nesta segunda.

Escanteado por ex-aliados, o ex-líder do PT já havia afirmado que pretendia votar no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff nas sessões agendadas para quarta e quinta-feiras. Uma manobra encabeçada pelo PSDB, exposta hoje na CCJ, tentava atrasar o processo contra Delcídio até que o aditamento da denúncia em que ele figura como alvo fosse mandado para o colegiado. A alegação dos tucanos, endossada pela maioria da comissão, era a de que o processo não poderia ter seguimento se os novos fatos não fossem trazidos à tona. Esse aditamento se refere à denúncia apresentada pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, contra o empresário José Carlos Bumlai e contra o filho dele Maurício Bumlai por indícios de que atuaram para atrapalhar as investigações da Lava Jato.

O problema detectado pelos senadores, no entanto, é que essas suspeitas contra Lula e a família Bumlai estão sob segredo de justiça e não poderiam ser compartilhadas com a CCJ, atrasando ainda mais o processo de cassação de Delcídio. Por isso, uma proposta alternativa foi apresentada: a de que o caso fosse tratado com urgência para se suprimirem prazos regimentais e abrir caminho para a votação do mérito da cassação em si.

A discussão regimental para encurtar prazos ocorreu depois de o presidente do Senado Renan Calheiros acusar políticos de estarem promovendo uma manobra procrastinatória para garantir sobrevida a Delcídio e de anunciar que não pautaria o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff enquanto a situação de Delcídio não fosse finalizada.

"Terei muita dificuldade de convocar uma sessão de afastamento da presidente antes do julgamento do senador Delcídio. Não podemos deixar o processo legislativo se procrastinar", disse Renan, que comparou o ineditismo de um voto de Delcídio no impeachment à esdrúxula decisão do presidente em exercício da Câmara dos Deputados Waldir Maranhão (PP-MA), que anulou hoje sessões do impeachment de Dilma. "O espetáculo de colocar aqui o senador Delcídio para votar o afastamento da presidente da República é tão grande quanto esse do presidente interino da Câmara", alegou.

A versão impressa do Jornal Verde Vale é veiculada às sextas-feiras. Para quem não conseguiu garantir a leitura no fim de semana ou deseja indicar o conteúdo a outras pessoas, é disponibilizada a versão on-line, sempre na terça-feira seguinte a publicação.

Anterior Proximo
Enquete
Ver Resultado
áudios
Jornal do Meio Dia - 19.01.2018
Estão abertas na Coordenação Regional de Educação, as inscrições para o PROFEN Estão abertas na Coordenação Regional de Educação, as inscrições para o PROFEN
Jornal do Meio Dia - 19.01.2018
Casa de número 185 será construída pela Pastoral da Moradia neste fim de semana Casa de número 185 será construída pela Pastoral da Moradia neste fim de semana
Jornal do Meio Dia - 16.01.2018
Coordenadora de matriculas da rede estadual de ensino esclarece duvidas sobre escolhas de escolas em Mineiros Coordenadora de matriculas da rede estadual de ensino esclarece duvidas sobre escolhas de escolas em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 15.01.2018
Superintendente de Trânsito em Mineiros comenta Justiça suspende liminar e permite que veículos com IPVA atrasado sejam apreendidos Superintendente de Trânsito em Mineiros comenta Justiça suspende liminar e permite que veículos com IPVA atrasado sejam apreendidos
Jornal do Meio Dia - 21.12.2017
Agência de agronegócio do banco Santader é inaugurada hoje em Mineiros Agência de agronegócio do banco Santader é inaugurada hoje em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 20.12.2017
Comércio de Mineiros tem horário de atendimento estendido neste final de ano Comércio de Mineiros tem horário de atendimento estendido neste final de ano
Jornal do Meio Dia - 16.12.2017
Ação da PM termina com dois mortos, dois presos e duas motos recuperadas em Mineiros Ação da PM termina com dois mortos, dois presos e duas motos recuperadas em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 16.12.2017
Almoço Solidário da Fundação Coccinela acontece neste domingo no Pavip Almoço Solidário da Fundação Coccinela acontece neste domingo no Pavip
Jornal do Meio Dia - 15.12.2017
Eleições para presidência do CREA vão até as 19 horas desta sexta-feira Eleições para presidência do CREA vão até as 19 horas desta sexta-feira
Jornal do Meio Dia - 14.12.2017
Fundação Coccinella apresenta hoje no Frank Green a Peça Teatral, Os Três Porquinhos. Fundação Coccinella apresenta hoje no Frank Green a Peça Teatral, Os Três Porquinhos.
Jornal do Meio Dia - 14.12.2017
Ação Férias Seguras’ será realizada em semáforo na próxima terça-feira Ação Férias Seguras’ será realizada em semáforo na próxima terça-feira
Jornal do Meio Dia - 13.12.2017
Odebrecht Agroindustrial muda de nome e agora é Atvos Odebrecht Agroindustrial muda de nome e agora é Atvos
Jornal do Meio Dia - 13.12.2017
Projeto natalino da OVG presenteia crianças de baixa renda Projeto natalino da OVG presenteia crianças de baixa renda
Jornal do Meio Dia - 13.12.2017
Frank Green será palco de peça musical a partir de sábado Frank Green será palco de peça musical a partir de sábado
Jornal do Meio Dia - 09.12.2017
Operação Natal Sem Fome acontece neste domingo em Mineiros Operação Natal Sem Fome acontece neste domingo em Mineiros
Anterior Proximo