Mon, 08 de Mar de 2021

Governo destina R$ 1,4 bilhão para financiar armazéns em fazendas

O financiamento do PCA, com juros anuais de 8,5%, terá prazo de pagamento de 15 anos, com três anos de carência.

20/05/2016 15h31
Portal do Agronegócio

A partir de 1º de julho, os agricultores terão à disposição R$ 1,4 bilhão em crédito, por meio do Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA), para a gestão da propriedade rural. Com a armazenagem na fazenda, os produtores também poderão esperar o momento mais oportuno para vender a produção, ou seja, aquele em que o preço para comercialização está mais atraente. Na época da colheita, a oferta é maior que a demanda, e o preço, menor. Na entressafra, quando a oferta é menor, o produtor pode vender a produção por uma cotação mais alta.

O financiamento do PCA, com juros anuais de 8,5%, terá prazo de pagamento de 15 anos, com três anos de carência. A linha de financiamento faz parte do Plano Agrícola e Pecuário 2016/2017, lançado no início deste mês pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

A construção de armazéns na propriedade é relativamente recente no Brasil. A capacidade de estocagem do país, em 2000, era de 87,8 milhões de toneladas. Do total, apenas 4% (3,5 milhões de toneladas) era de propriedade dos agricultores. Hoje, a armazenagem brasileira é de 153,1 milhões de toneladas de grãos. Do montante, cerca de 23 milhões de toneladas estão estocadas em fazendas, o que representa em torno de 15% da capacidade do país.

De acordo com Ricardo Thomé, técnico do Departamento de Infraestrutura, Logística e Geoconhecimento para o Setor Agropecuário do Mapa, a armazenagem na propriedade cresceu 6,5 vezes em 16 anos no Brasil. Contudo, avalia, a estocagem nas fazendas brasileiras é relativamente pequena se comparada a outros países. Na Austrália, a armazenagem na propriedade rural é superior a 35% da capacidade do país, enquanto na Argentina varia de 35% a 45%. Nos Estados Unidos, está entre 55% a 66%. Esse valor é superior a 85% no oeste do Canadá.

“Esses dados nos levam a concluir que os produtores dos principais países agrícolas estão em condições de negociação e financeiras bem melhores que do que a dos agricultores brasileiros”, disse Thomé. “Os nossos produtores se esforçam em aumentar a produtividade e a safra, mas continuam perdendo em lucratividade para outros países menos expressivos na produção de grãos.”

Mais Acessadas da Semana
Mais Acessadas
TOP 10
Confira as 10 mais tocadas dessa semana
áudios
Jornal do Meio Dia - 08.03.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 05.03.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 04.03.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 03.03.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 01.03.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 27.02.2021
Covid-19: Secretária de Saúde fala sobre início de vacinação em idosos acima de 80 anos
Jornal do Meio Dia - 26.02.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 26.02.2021
Presidente da Acim, André Felipe Dotto, pede que população pare de aglomerar
Jornal do Meio Dia - 25.02.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 24.02.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 24.02.2021
Secretária de saúde, Rosângela Resende fala sobre a segunda onda do Covid em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 23.02.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 23.02.2021
Deputado José Mário Scheirener te torna vice líder do governo na Câmara
Jornal do Meio Dia - 22.02.2021
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 19.02.2021
Alexandre Garcia
Anterior Proximo