Sat, 05 de Dec de 2020

Meirelles confirma Ilan Goldfajn como novo presidente do Banco Central

Outro nome confirmado é o de Tarcísio Godoy, que será secretário-executivo do Ministério da Fazenda

17/05/2016 13h53
O Popular

O economista Ilan Goldfajn foi indicado nesta terça-feira (17) para a presidência do Banco Central. Ele terá que ser sabatinado e ter o nome aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. O anúncio do nome foi feito pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Ilan Goldfajn tem experiência no setor público: exerceu o cargo de diretor de Política Econômica do BC, entre 2000 e 2003, na gestão de Armínio Fraga.

No seu histórico profissional também está a diretoria do Centro de Debates de Políticas Públicas. Foi também diretor do Instituto de Ensino e Pesquisa em Economia da Casa das Garças, entre 2006 e 2009, sócio-fundador da Ciano Consultoria (2008 e 2009), sócio-fundador e gestor da Ciano Investimentos (2007-2008) e sócio da Gávea Investimentos (2003-2006), onde foi responsável pelas áreas de pesquisas macroeconômicas e análise de risco.

Goldfajn é economista, com mestrado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e doutorado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Atuou como consultor de organizações internacionais (como Banco Mundial, Fundo Monetário Internacional e Nações Unidas), do governo brasileiro e do setor privado.

O economista-chefe da Gradual Investimentos, André Perfeito, considera a escolha de Goldfajn positiva. “Acho um nome excepcional, muito qualificado com passagem pelo governo, com muitos trabalhos publicados, acadêmicos, na área de política monetária. Tem experiência do lado público e do lado privado. E acho que ele tem credibilidade com sobra para poder cortar os juros”, disse.

O professor de macroeconomia do Ibmec-RJ e economista da Órama Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Alexandre Espírito Santo também ressaltou a formação acadêmica de Goldfajn e a experiência no mercado financeiro e no BC.

“É um dos mais competentes e preparados economistas que o país tem. Já mostrou isso quando foi diretor do Banco Central e tem uma formação extraordinária, acadêmica. Tem muita experiência como economista e sócio do Itaú”, disse.

Para o professor do Ibemec, haverá uma transição “bem tranquila” no BC. “A atual equipe do Banco Central também é muito competente. Pode ter um pouco de divergência em termos de pensamento econômico, mas vai ser uma transição tranquila. Aliás, na minha cabeça parece que vai ser a única transição tranquila pela competência de ambos. Tanto de quem vai sai, quanto de quem vai entrar”, acrescentou Espírito Santo.

Mais Acessadas da Semana
Mais Acessadas
TOP 10
Confira as 10 mais tocadas dessa semana
áudios
Jornal do Meio Dia - 04.12.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 03.12.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 03.12.2020
Professora Juliene e professor Fabrício são eleitos novos reitores da Unifimes em Mineiros
Jornal do Meio Dia - 01.12.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 01.12.2020
Eleições para reitor e vice-reitor da Unifimes serão realizadas amanhã
Jornal do Meio Dia - 30.11.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 30.11.2020
Casa da Amizade de Mineiros realiza concurso de documentário
Jornal do Meio Dia - 27.11.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 27.11.2020
Eleições para escolha de diretores de escolas municipais de Mineiros será realizada na próxima segunda-feira
Jornal do Meio Dia - 26.11.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 26.11.2020
Secretária de Saúde de Mineiros diz que Hospital Municipal não vai fechar
Jornal do Meio Dia - 25.11.2020
Alexandre Garcia
Jornal do Meio Dia - 25.11.2020
Prazo para adquirir vacinas contra a febre aftosa acaba no dia 30; em Mineiros apenas 59% do rebanho foi declarado até o momento
Jornal do Meio Dia - 24.11.2020
Crianças podem enviar pela internet cartinhas para o Papai Noel dos Correios
Jornal do Meio Dia - 20.11.2020
Alexandre Garcia
Anterior Proximo